quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Entre o campo e o mar

Gosto especialmente destes dias cobertos que convidam a ficar em casa a fazer crafts.
Hoje após ter ido levar os miudos á escola, fiz o meu passeio matinal.
É tão bom ter o mar e o campo como companhia...
É tão bom dar valor a coisas tão simples como a paisagem e o ambiente que nos rodeia...


É tão bom ter o mar e o campo como companhia...

É tão bom viver numa encosta tendo o mar de um lado, e o campo do outro...


É tão bom viver entre o campo e o mar, onde as ovelhas partilham o seu espaço com as garças boieiras...

Boa quinta-feira a todas!!!!

9 comentários:

Susana Arnaud disse...

Olá!
Já me sinto uma privilegiada em ter o meu pedacinho de terra num lugar tipo aldeia mas olhando para estas fotografias... Realmente o tempo para aproveitar o que o mundo nos dá é, sem dúvida, a maior das riquezas!
Parabéns pela opção de vida e principalmente pela maneira pessoal de estar na vida.
Beijo.

Ana B. disse...

Que sorte!!! Que bonitas paisagens tens como «cenário» da tua casa. AS fotografias já foram tiradas com a tua nova máquina??? :-) Bjs

Anónimo disse...

Ainda bem que gosta desse sítio, pois eu conheço extremamente bem este local e de campo, campo, campo (pe tipo zona oeste ou mesmo Sintra) não tem nada. É uma zona árida, de difícil cultivo - devido à localização e tipo de solo), ventosa (ou não fosse perto de um cabo). Mas, pelos seus comentários consegue tornar verdejante. Ainda bem, pois o coração também vê... não apenas o olhar. Parabéns.

Patrícia S... disse...

Lindas fotos. Também tenho uma paisagem parecida, pois moro pertinho.
:)

Raquel Úria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raquel Úria disse...

Tenho que reformular:
São gaivotas com certeza? Não são garças boieiras?

aqui no campo... disse...

Raquel, é capaz...nunca tinha visto! Isto para mim é tudo novidade!

Raquel Úria disse...

:) Novidade e o máximo! Uma vista invejável.

Eu sou do campo e agora moro na cidade (mesmo no centro de Lisboa). Estou a fazer a adaptação contrária, mas por vontade minha continuaria sempre no sossego. Talvez um dia volte.
Para já, vou passando aqui para matar alguma saudade. :)

purple disse...

que sonho :) obrigada pela partilha, assim é-me (ainda mais) fácil sonhar acordada!! :)